21 de maio de 2009

CDs para 300 filmes e 250.000 músicas!

CDs de "cinco dimensões" com uma capacidade 10.000 vezes maior que os DVDs atuais poderiam estar disponíveis no mercado daqui a 10 anos, afirmaram pesquisadores nesta quarta-feira (20).

Um time de cientistas da Universidade de Tecnologia de Swinburne, na Austrália, informou que reunindo nanopartículas e uma dimensão de "polarização" à atual tecnologia, a capacidade de armazenamento pode ser aumentada ao extremo, sem mudar o tamanho dos discos atuais.

Os pesquisadores, que assinaram um acordo com a Samsung Electronics, disseram que a técnica permitiu que armazenassem 1,6 terabytes de dados em um CD que potencialmente poderia, um dia, armazenar até 10 terabytes.

Um terabyte (equivalente a 1.024 gigabytes) é suficiente para armazenar cerca de 300 filmes de longa-metragem, ou 250.000 músicas.

"Nós conseguimos demonstrar como material nanoestruturado pode ser incorporado a um CD para aumentar a capacidade de dados, sem aumentar o tamanho físico do CD", afirmou Min Gu, que trabalhou na pesquisa, em uma declaração.

"Estas dimensões a mais são a chave para a criação de CDs com super capacidade", acrescentou.

Dimensões Extras

Atualmente, os discos têm até três dimensões espaciais mas, usando nanopartículas, os pesquisadores dizem ter conseguido incluir uma dimensão espectral --ou colorida-- além da dimensão de polarização.

Os pesquisadores, que publicaram suas descobertas na revista Nature, criaram a dimensão colorida ao inserir nanobastonetes de ouro na superfície dos CDs.

Como a reação das nanopartículas à luz depende de sua forma, isso permitiu aos pesquisadores que registrassem informações de um série de diferentes comprimentos de onda de luz sob o mesmo ponto do disco.

Os DVDs atuais são gravados sob apenas um comprimento de onda de luz, usando um laser, disseram pesquisadores.

Os pesquisadores também criaram uma dimensão extra usando polarização, uma técnica em que se projeta ondas de luz sobre o disco para gravar diferentes camadas de informações em diferentes ângulos.

Fonte: Globo.com

6 de maio de 2009

Traição custa caro para o rei das selvas


Ele é o rei das selvas, mas tem uma 'esposa' durona. E ela é violenta! A imagem registra o momento em que uma leoa enciumada atacou o parceiro. O motivo: o leão estava de olho em outra fêmea, que estava emitindo sons convidativos na vizinhança. O ataque furioso - a leoa cravou as garras na língua do 'marido' - ocorreu no delta do rio Okavango, em Botsuana, no sul da África. Estudiosos dizem que é muito raro uma felina ter uma reação como essa.

Apesar de ferido, o leão se desvencilhou da primeira fêmea, atravessou um córrego e foi acasalar a segunda. Não se sabe o que aconteceu quando ele voltou para 'casa'. Se é que voltou...
Fonte: globo.com

É... E pensar que eu já tinha visto de tudo... hahaha

Maridos, tomem cuidado!!!

13 de abril de 2009

A culpa é toda dela!!!

02:37 da madrugada... Estou tentando dormir... Mas toda vez que consigo fechar os olhos, ouço a tua voz e logo torno a ficar de olhos abertos. Não consigo dormir. O pensamento vai longe. Quero apenas te ver.

E fico aqui, na frente do computador, deitado na cama, tentando encontrar alguma coisa pra fazer até conseguir pegar no sono.

E hoje tenho que ir pro trabalho. Estar pronto às 7h! Mesmo assim... Não consigo dormir. Ainda me pergunto onde está aquele meu discurso de sempre. Os amigos sabem que discurso é esse... Onde ele está agora? Deu lugar a um só sentimento.

Ah... Saudade... Quando vou te ver de novo? Está tudo tão confuso! Queria te ver agora. E não te deixar mais... Mas não posso! Então meu consolo é brincar de bater dedinho em teclas de computador com um meio sorriso no rosto lembrando dela.

E a culpa é toda dela. Quem é que mandou ser assim, tão especial??

Sabe de uma... Deixa pra lá... Vou tentar dormir. Assim, ouço a voz dela e ainda que não durma, a saudade fica um pouquinho menor.

12 de abril de 2009

Quem diria...

Passei a noite com saudades
Saudades de estar perto
De sentir você juntinho
E, é claro, de beijinho.

Ainda estou me acostumando
Você chegou tão de repente
Que meu raciocínio ora ausente
Permanece estudando

De qualquer forma, tenho saudades
Sequer me pergunto por que
Pois entre outras verdades
Eu só quero estar com você.

2 de abril de 2009

Navegar por lazer no trabalho pode elevar produtividade

É exatamente isso o que diz a matéria que acabei de ler no site da UOL. Segue abaixo:

MELBOURNE (Reuters) - Flagrado mandando mensagens no Twitter ou no Facebook durante o trabalho? Isso o tornará um funcionário melhor, segundo um estudo australiano que mostrou que navegar na Internet por diversão durante o trabalho aumenta a produtividade.

O estudo feito pela Universidade de Melbourne mostrou que pessoas que utilizam a Internet para fins pessoais no escritório são quase 9 por cento mais produtivas do que aquelas não o fazem.

O autor do estudo, Brent Coker, do departamento de administração e marketing, afirmou que "navegar na Internet por lazer no trabalho", ou WILB (na sigla em inglês), ajuda a aprimorar a concentração dos empregados.

"As pessoas precisam relaxar um pouco para voltarem a se concentrar", disse Coker no site da instituição.

"Pausas curtas e moderadas, como uma rápida navegação na Internet, permitem que a mente descanse, levando a uma concentração total maior para o dia de trabalho e, como resultado, aumenta a produtividade", acrescentou ele.

Segundo o estudo feito com 300 funcionários, 70 por cento das pessoas que usam a Internet no trabalho se encaixam na categoria WILB.

Entre as atividades mais populares de lazer estão a busca por informação sobre produtos, leitura de notícias e sites, jogos online e vídeos no Youtube.

"As companhias gastam milhões em softwares para impedir que seus empregados assistam a vídeos, acessem sites de rede social ou façam compras online com o pretexto de que isso custa milhões em perda de produtividade", explicou Coker. "Nem sempre este é o caso".

Entretanto, Coker afirmou que o estudo procurou pessoas que navegam com moderação, ou ficam na Internet menos de 20 minutos do tempo total que passam no escritório.

"Aqueles que se comportam com tendências compulsivas na Internet terão produtividade menor do que os outros", disse ele.

(Reportagem de Miral Fahmy) Fonte: UOL Tecnologia

Bom, no final da reportagem já diz, mas ressalto que se uma pessoa não sabe se controlar, essa de navegar para uma rápida pausa será desculpa para "morcegar" no trabalho. Uma coisa é você dar uma leve pausa para desestressar, outra coisa é alimentar o vício.

Ainda que seja uma notícia boa de se ler, não são todos que têm maturidade suficiente para assumir tal posição e, infelizmente(ou felizmente, né... senão eu não tinha emprego), nós, os profissionais de informática temos que bloquear sites e criar várias formas para que usuários não venham a arrumar problemas para si e/ou para a empresa. E ainda que façamos vista grossa, ainda existem aqueles mais assanhadinhos que fazem de tudo para conseguir uma brecha e ficar sem trabalhar.

25 de março de 2009

Mulher

Tenho até medo de começar a escrever... Ainda mais por causa do assunto...

Alguns amigos sabem que no meu orkut tem as seguintes imagens:





Alguns pensam que é por implicância. Outros até ficam fazendo comentários de mal-gosto. E tem até as amigas que levam pro lado pessoal.
Mas quando faço isso, é só por brincadeira. Aliás, no meu álbum do orkut que está por título "mulheres" são pouquíssimas as fotos desse cunho.

Quer ver? Olha aqui:




Isso só para postar alguns exemplos. Ah, só pra explicar, esse Kanji aí acima é uma escrita japonesa que significa "Amor".

Pois bem... Por que eu acho problemático escrever sobre mulheres? Simples: Por que eu nunca vou elogiar muito e também nunca vou falar somente mal. E isso incomoda alguns (ou algumas).

Certa vez, li uma frase de um pintor italiano chamado Carlotti. Ele definiu a beleza da seguinte forma

Beleza é a soma das partes atuando juntas de tal forma que nada precisava ser acrescentado, tirado ou alterado.

Esta definição de beleza é muito bonita.
Eu paro pensando nessa frase e começo a tirar as peças para estudar melhor.

Por exemplo:
"acrescentado"; O pintor diz "nada precisava ser acrescentado". Como dá para entender isso? Jóias? Maquiagem? Plásticas? Tire a sua conclusão.
Em outra parte temos o "tirado". Aqui está outro ponto fundamental. Como dá para entender esse "tirado"? Peso a mais que não existe? Plásticas? Maquiagem? Tire a sua conclusão.
Finalmente, temos o "alterado". Como entender essa parte? Plásticas? Maquiagem? Tire a sua conclusão.

No fim, acho interessante essa frase por que define a mulher de uma forma completa e simples.
Aliás, eu sou (ou pelo menos tento ser) desenhista. Ou desenhador, hehehe. Mas faço desenhos e já desenhei rostos e corpos femininos. E sempre que fazia cursos para aperfeiçoar o traço, sempre vinha um comentário no tipo: "O corpo feminino é super difícil de se desenhar por que é muito perfeito. São traços leves e fortes ao mesmo tempo e qualquer sutileza esquecida estraga toda a forma."

E é verdade. Não pode haver erros! No caso de desenhar homens pode por que o traço é mais forte, mais "áspero", então, caso haja erro, isso pode ser usado a favor. Mas no caso da mulher não.

E eu, nessa de desenhista/desenhador (como você preferir), fico, ainda que indiretamente, observando a beleza feminina. Não com olhares de segundas intenções. Mas observo cada traço. E fico encantado com muita moça que vejo por aí. Às vezes a combinação da cor do rosto com o traço e cor dos lábios. Às vezes o contraste entre cor de olhos e cabelo. Às vezes o tracejado da face em relação aos ombros. Tem sempre um detalhezinho que me chama a atenção. E por muitas vezes já me peguei parado, olhando, sem conseguir tirar o olho. E não fazia com maldade... Era que ficava encantado mesmo.

Por isso, quero fazer essa (quase) dedicatória às minhas amigas. Cada qual com seu jeitinho especial.

Gosto muito de vocês! :)

23 de março de 2009

Treinos

É... Vindo só pra divulgar uns treinos de Le Parkour. :)


video



video



video

16 de março de 2009

Desabafo

Lembro como se fosse hoje: Primeira campanha de Colportagem. Aquele colportor que nos liderava, dele falavam ótimas coisas. Eram sempre elogios. Sem nem o conhecer, o admirei.
O tempo passou, e agora esse colportor mostrou o caráter que tem. Como colportor, um excelente vendedor! Não me abalei. Colportagem envolve vendas! Mas o que me fez dar uns passos atrás com ele foi aquilo! Falar mal da liderança? Nunca o faça perto de mim.

Quantas vezes ouvi: "O Pastor é gente boa, mas não sabe o que faz... Erra aqui, aqui e ali..."

Prestava atenção e(pelo menos que acho que assim seja), como qualquer ser racional, averiguava o fato, para ver se era verdade ou não. Quando para minha surpresa (ou não) eu via que não era nada daquilo.

Hoje, em todos os lugares que vou, vejo pessoas falando da liderança da igreja. E nunca são boas coisas!
Críticas, julgamentos, comentários que eu preferia nem ouvir... E tudo por conta de egos que se sentiram afetados.
A desculpa é que é pela obra... Mas são os egos feridos que estão a falar mais alto.

Eu não aguento mais!

E são exatamente esse tipo de pessoas que muito falam e pouco fazem.
Quantas vezes não vi alguém reclamar que o evangelismo não era levado a frente pelo Pastor da igreja enquanto esse mesmo ser acusador sequer se envolvia com um projeto evangelístico. Seja de qual porte for.

Talvez eu precise rever meus conceitos, mas acredito que há necessidade de méritos para que uma crítica seja feita. Eu posso muito bem criticar um trabalho que alguém fez em um computador por que eu sei do que estou falando e até sou capaz de fazer melhor dependendo do caso. Isso só para dar um exemplo.

Mas o que entristece é ver, por exemplo, jovens que exigem uma posição da liderança para dar a eles o que eles querem quando eles só pedem besteira! E por ter tomado uma decisão de não dar a eles o que eles querem, os jovens se rebelam e começa o julgamento de que a liderança só faz coisa errada!

Dá vontade de gritar para pararem com isso. Mas de que ia adiantar?
Não só isso, muitos sequer sabem dos projetos que a liderança está desenvolvendo. Mas cobram o mundo e o universo da liderança.

Em um tripé, se uma perna quebra, a queda não é por que as outras duas não sustentaram, mas sim por que a que dava sustentação de um determinado lado parou de oferecer a ajuda que lhe era obrigação.

É um exemplo simples... Mas é um jeito que entendo as coisas.

E pra terminar, só mais umas palavras...

Acho que podemos falar mal de uma liderança a partir do momento que estamos a par de TODOS os projetos e se os mesmos estão sendo desenvolvidos ou não. Não só isso, mas também se o caráter de quem lidera é algo exemplar.

Por essas e outras, penso que se há algo a mudar, não é em cima, mas embaixo.

.
.
.

10 de março de 2009

Nerd fabrica dedo-pen drive depois de acidente


Antes de ler essa notícia, por favor tire crianças e pessoas sensíveis da sala - caso, claro, você esteja em uma sala. Depois de perder metade do dedo anelar de sua mão direita em um acidente de moto, em abril do ano passado, o finlandês (e nerd) Jery Javala resolveu usar essa pequena fatalidade a seu favor e fabricou um dedo-prótese de silicone com um pen drive embutido (e não, ele não combate o crime sob a alcunha de Pendriveman).
Para ser usada como no computador, a prótese pode ser retirada (como um anel) e conectada a qualquer entrada USB. Em seu dedo, Javala carrega algumas ferramentas de programação e uma distribuição do Linux portátil chamada Billix.
O Robocop que se cuide.

Nota: Eu achei chato só a parte de chamarem o cara de "Nerd". Ainda que possa se dizer isso por ele ser um "apaixonado" por tecnologia e informática, chamar o rapaz de "Nerd" só por que fez um dedo-pen-drive é chato!
Deu até vontade de ter um, ora bolas! :D

17 de fevereiro de 2009

Trotes escolares

O estudante de 15 anos atropelado nesta segunda-feira (16) no Tatuapé, Zona Leste de São Paulo, quando fugia de alunos da Escola Estadual Ascendino Reis que queriam aplicar um trote, afirmou que quer esquecer o primeiro dia de aula. O atropelamento aconteceu a menos de uma quadra da escola. O jovem sofreu um corte na orelha e levou dez pontos.

“Acho que tem que acabar, legal não é, levar desaforo não é legal”, afirmou Lucas Oliveira Ângelo, que ressaltou que também não quer mais ouvir falar de trotes. O pai do adolescente, o autônomo Sérgio Ângelo, viu o momento em que o filho foi atingido pelo veículo.

“Ele estava atravessando na faixa de pedestre. Ele viu os garotos e deu um passo para trás, para não pintarem. No que ele deu um passo atrás a moça veio e pegou ele, ela não chegou a ver”, afirmou.

Outros alunos da escola contaram que foram obrigados a deixar que pintassem o rosto e o uniforme. Ao chegarem na escola, eles foram surpreendidos por outros alunos, ainda no ponto de ônibus.
saiba mais

Também não escaparam as roupas, rostos e cabelos de dezenas de outros alunos. Os estudantes do primeiro ano do Ensino Médio disseram não ter tido opção – concordando ou não com a brincadeira. “Eles falaram que se a gente corresse, ia ser mais difícil”, disse Astolfo José Silva Costa, de 14 anos.

O advogado Rogério Ramos, pai de dois alunos, foi buscar os filhos dentro da escola quando soube que eles eram ameaçados por veteranos. “O meu mais velho estava com o celular e me ligou. Quando cheguei, vi uma coisa absurda”, afirmou.

A mãe de uma jovem de 14 anos que também estuda na escola fez um boletim de ocorrência. Sua filha teve o celular e o RG roubados durante o trote.

A direção da escola informou que chamou a Ronda Escolar assim que soube o que estava acontecendo do lado de fora. Os envolvidos fugiram. A direção disse ainda que não vai tolerar esse tipo de atitude e que deverá se reunir com os pais dos alunos que foram identificados.


Fonte: G1 Notícias

Trotes... Ah, os trotes. Como lido na notícia acima, trote não é aquelas mil maravilhas que costumam dizer. Em alguns casos se pode até dizer que o trote é legal e divertido só pra quem realiza.
Essa coisa de ser OBRIGADO a participar de um trote está tão longe da nossa constituição e ainda de qualquer bom senso saudável que me faz pensar que pessoas que agem dessa forma tem algum problema psicológico e tentam de forma frustrada jogar pra fora essa angústia fazendo com que outras pessoas sofram.
E não sou contra trotes. Não quando os mesmos são saudáveis! Mas como o texto acima, os trotes de hoje em dia estão longe de ser algo saudável e divertido.
Está na hora de começar a repensar as atitudes de muitos estudantes. Alguns acham que são reis da instituição de ensino e não admitem qualquer pessoa em um nível igual a ele, ainda que essa coisa de "nível" existisse.
Todos são alunos dentro de uma instituição de ensino. Quer sejam novos, quer sejam velhos, todos são ALUNOS!
Obrigar alguém a participar de algo que não lhe fará bem é, no mínimo, ignorar o fato de que o feitiço pode virar contra o feiticeiro.

Tá na hora de repensar conceitos e se necessário for, começar a impor limites com direito a punição caso os mesmos não sejam observados.

Trote hoje em dia virou sinônimo de vandalismo, falta de respeito e marginalidade. E tendo em vista estes três pontos (só pra citar 03), concluo que, quem "levanta a badeira" de trotes como o da reportagem acima é marginal e merece punição.

30 de janeiro de 2009

Coração do-contra

Procuro viver uma vida discordante;
Às vezes propositalmente, às vezes por medo;
Nisso em meio, sem querer, nego que sou amante.

Amante das amizades, da vida e prazer;
Prazer de viver uma vida;
Vida utópica, talves até desmedida;
Respeitando sempre, para respeito receber.

Cômico é ter medo de falar;
Que amo uma vida prazerosa;
Pensando e temendo o que dirá;
Toda e qualquer língua venenosa.

E quanto a discordância da minha vida;
Amo e digo que o mesmo não há!
Choro, sorrio sem ter do que reclamar.

Mas sinto uma falta;
Bem fundo no meu peito;
Falta de alguém que sequer conheço.

E pra passar o tempo;
Brinco de rimar;
Ansiando aquele dia;
Em que vamos nos encontrar.

21 de janeiro de 2009

Amor para toda a vida

Quando apaixonar é sinônimo de calar?
Isto nunca foi verdade e nunca será!
E por mais que alguém tente;
Ainda que tímido, o coração não mente.

O apaixonado é tal qual ave;
Abre suas asas e passeia,
Por nuvens da saudade, sem entrave;
Vivendo cada lembrança da amada por quem anseia.

Para o apaixonado, estar longe é morrer;
E estar perto é eternamente viver;
Por isso ele sonha com essa paixão,
E de seu amor lembra a cada batida do coração.

E por mais que tentem me explicar,
Explicar o que se passa no coração do apaixonado,
Não conseguirei entender (afirmo sem pestanejar),
Isto pelo simples fato de não estar daquele lado.

Me pergunto "Quando será?",
A resposta... É o silêncio.
Concluo então: Não vou me desesperar
E completo: Eu sei que um dia vou te encontrar.

17 de dezembro de 2008

A história "pleonasmática"

Antes de começar, quero dizer que decidi escrever isso depois de ouvir algumas frases como "subir pra cima", "descer pra baixo", etc.

A história


Um trio de três amigos planejava um plano de subir para cima até o alto de um monte com uma floresta cheia de árvores. Eles começaram a caminhada a pé através da densa mata da floresta onde seu caminho estava repleto de folhas das árvores. Um deles sussurrou baixinho:

- Acho que vamos nos perder!

Mas os amigos não o ouviram.
A caminhada a pé continuou por um breve período pequeno de tempo. Após 15 minutos de caminhada a pé eles decidem parar para comer um lanche. Retiram as mochilas das costas enquanto o amigo que comandava pela frente a caminhada grita bem alto:

- Que fome!

O trio de três amigos retira o lanche da mochila que estava nas costas do amigo do meio pra poupar trabalho e zuar com ele.

Após o lanche, os três amigos seguem a sua caminhada a pé por entre as árvores da floresta.
Eles já cansavam quando o amigo que vinha à frente exclama com um sorriso no rosto:

- Vejam! Uma clareira!

Os amigos mal podiam acreditar no fato real que seus olhos viam! Gargalhavam a plenos pulmões de alegria e correram rápido em direção à clareira.

Assim que lá chegaram, seus olhos demoraram um pouco para se acostumar com a claridade.
Passados alguns segundos durante o tempo que ali ficaram, olharam ao redor para apreciar o que podiam ver com seus olhos e ouvir com seus ouvidos. Enquanto olhavam maravilhados da proeza que haviam feito, a mãe de um deles grita bem alto de uma curta distância que não estava muito longe:

- Meninos! Desçam para comer uns biscoitos que fiz!

Os rapazes olham para o caminho árduo que enfrentaram para ali chegar, olham com seus olhos para a direção de onde aquela mãe gritara alto e decidem ir comer os biscoitos.

Pulam no barranco da encosta pouco íngreme de uns 4 metros de altura, descem caminhando vagarosamente a pé, vez ou outra até escorregavam um pouco para se divertirem.

Terminando a descida para baixo, um dos amigos solta um grito preocupante e alto e então se dá início ao diálogo de palavras conforme segue abaixo:

- Por que você gritou tão alto?
- É que eu lembrei que eu esqueci de uma coisa!
- Mas agora não dá pra voltar... Você vai querer subir lá em cima sozinho?
- Não!
- Então deixe pra outra hora!
- Não! O que eu esqueci foi outra coisa!
- Ah tá! E o que foi mesmo?
- Não lembro!!!!

O trio de três amigos sorriem mostrando o dente juntos em união e vão indo para a casa comer biscoitos.

3 de dezembro de 2008

Enfim...

Quando eu lia isso, eu pensava que era bobeira da pessoa que havia escrito. Pensava até que ela tinha problemas nisso. Já cheguei até a ouvir isso de pessoas e, ainda assim, desacreditar.

A amizade é, de fato, um bem precioso que algumas pessoas não se dão ao trabalho de manter. Outras, doentes talvez, se dão ao trabalho de destruir amizades. Quer sejam amizades delas próprias, quer sejam amizades de outras pessoas.

Eu ainda tento entender como pode ser possível pessoas amarem uma amizade, um amigo ou uma amiga, e depois de um tempo a amizade acabar e um ser indiferente com o outro ou uma ser indiferente com a outra.

Como isso é possível? Era amor de fato?

Repito: eu não acreditava quando alguém me dizia que isso era possível ou lia artigos onde eram relatados alguns relacionamentos que terminavam.

Se alguém puder me explicar como isso acontece, por favor, O FAÇA!

Poesia

Quero um amor pra toda a vida;
Não um amor utópico e egocêntrico;
Quero um amor que negue no momento certo;
Assuma nas melhores horas, ame de verdade;

Quero sonhar com esse amor;
Sonhar um futuro planejado;
Festejar o que foi conquistado;
E até lamentar um plano frustrado;

Quero, também, viver com esse amor;
Seja na alegria, indiferença ou dor;
Superando, é claro, toda dificuldade;
Amando sempre com sinceridade;

Não quero, porém, ser prepotente;
Fazendo juras que não possa cumprir;
Quero, de fato, viver intensamente;
E com a amada, os momentos dividir.